Fique por dentro das notícias do IES

    A especialização precoce no esporte

    Penso que todos nós, envolvidos com esporte para crianças e jovens, tanto como pais ou como professores, em algum momento já nos encontramos no seguinte dilema: Quantas modalidades praticar? Qual idade começar? Qual idade para definir por apenas uma modalidade?

    Bom, este é um assunto que ainda causa muita polêmica e que demonstra o quanto o lado da prática em muitos momentos está distante das pesquisas e teorias.

    Primeiro vamos entender o que significa Especialização Precoce:

    A American Academy of Pediatrics (2000) sugere que a especialização precoce existe quando crianças treinam e competem, em nível adiantado, em um uma única modalidade esportiva por todo o ano. Em outras palavras, a especialização precoce é combinação do treinamento intensivo por todo ano em apenas uma modalidade, nas idades mais jovens, excluindo a participação em outras atividades.

    Leia também: A relação entre jogo reduzido, posse de bola e dinâmica do jogo.

    Leia também: As principais preocupações no processo de transição Futsal para Futebol de campo

    Leia também: Eleito melhor técnico de Futsal do Mundo em 2014, Ney Pereira dá seu depoimento sobre o IES

    Além das características acima citadas, a especialização precoce tem também como características a busca pelo sucesso no esporte de elite, ou mesmo bolsas em grandes universidades, sendo então, na maioria das vezes, uma situação iniciada e incentivada pelos próprios adultos, sejam pais ou professores.

    Muitos Pais e Professores se deixam iludir pelos resultados imediatos, causados por diversos fatores (veja nosso texto sobre a idade relativa) e projetam nas crianças um futuro brilhante no esporte, o que muitas vezes não acontece, ou que simplesmente pode não ocorrer naquela modalidade. Exemplos de atletas de elite que se especializaram precocemente não faltam, porém, vale lembrar que na maioria das vezes este sucesso custou uma infância saudável.

    Desenvolvimento de habilidades motoras e lesões na idade adulta

    Estudos demonstram que a especialização precoce de certa forma diminui a aquisição de habilidades motoras, já que no período crucial da infância para a melhora (ou aumento) do repertório motor, ao invés de trabalharem com diferentes modalidades, expostos a diferentes padrões motores, as crianças são direcionadas a apenas um padrão.

    Voltando aos resultados imediatos, existem evidências de que crianças (atletas) especializados precocemente atingem o pico também precocemente; em competições, suas performances são menos consistentes; e desistem do competitivo mais cedo quando comparados com crianças que tiveram uma base mais diversa ou uma especialização mais tardia. Vale também ressaltar que a especialização precoce está ligada a um maior número de lesões na idade adulta.

    No futebol especificamente, hoje já há um número grande atleta jovens com lesões sérias, como rompimento do cruzado anterior, fruto de uma exposição excessiva há um mesmo padrão motor, ou intensidade de treino acima do recomendado para a idade.

    As vantagens da disputa de diferentes modalidades na infância

    Por outro lado, atletas que tiveram uma base de diferentes modalidades, com uma especialização mais tardia, parecem levar uma vantagem em termos de habilidades motoras, cognitivas, psicológicas e sociais, levando a um engajamento maior e mais duradouro no esporte na idade adulta.

    Muitos treinadores, de grandes universidades americanas, estudam o histórico de atividade física de seus “futuros” atletas, decidindo muitas vezes por atletas com base em múltiplos esportes, porque acreditam que no jogo (se tratando de modalidades coletivas), terão uma maior qualidade de tomada de decisão, já que esta parece estar baseada em vivências anteriores. Além disso, como dissemos anteriormente, por terem sido expostos a outras modalidades e consequentemente terem uma base motora maior, em momentos de pressão esses atletas tem uma maior capacidade de adaptação da técnica, resolvendo o problema com maior precisão e velocidade.

    A especialização precoce por posição

    Outro ponto pouco comentado nos estudos relacionados ao nosso tema de hoje, e que gostaríamos de tocar, é a especialização precoce por posição. Além de especializar em uma só modalidade, trazendo todos os problemas colocados anteriormente, a criança exposta a uma única posição, deixa então de experimentar diferentes situações, o que certamente afetara seu conhecimento de jogo e seu desenvolvimento técnico, sendo então uma vivência pobre pensando no desenvolvimento a longo prazo.

    Mais uma vez, treinadores e pais, pensando apenas em ganhos imediatos, impedem que seus atletas experimentem diferentes situações de jogo, baseados exclusivamente no tamanho, força e velocidade, o que pode ser um ganho momentâneo. Passados alguns anos, esta criança pode não ser a mais alta, por exemplo, mas por não ter vivenciado outras posições ou situações, tem sua carreira encurtada.

    Vale ainda lembrar que o futebol é uma modalidade que trabalha uma grande amplitude de movimentos, assim como a ginastica artística e o atletismo. Nestes casos, principalmente no futebol e na ginastica artística, onde algumas pesquisas demonstram que os melhores atletas iniciaram cedo e também cedo se especializaram, o foco maior seria então em não haver uma cobrança excessiva sobre os jovens atletas e cargas de treinos adequadas à idade (respeitando a fase de desenvolvimento), assim como a não especialização por posição, como dissemos anteriormente.

    E o que fazer se seu filho ou atleta gosta de uma só modalidade ou quer participar de apenas uma?

    Bom, nossa primeira sugestão é de que as crianças tenham sempre um bom tempo de exposição à brincadeiras e jogos livres, com amigos, sem o direcionamento de adultos. Brincadeiras em parques onde sejam expostas a “exercícios” (movimentos) como pular (ex: pular corda), arremessar, trepar, e jogos como queimada, mãe da rua, ou mesmo futebol, vôlei, basquete, etc., com regras criadas pelas próprias crianças.

    Outra modalidade pode ser uma ótima opção, mas lembre-se de tentar modalidades bem diferentes. Não adianta, por exemplo, um tenista praticar beisebol. Padrões motores próximos e estímulos do mesmo membro não são a solução. Novamente, caso a criança não tenha outra modalidade como opção, por gosto ou falta de exposição, o ideal é muito tempo livre para brincar e vivenciar diferentes habilidades!

    Além da recomendação acima, converse sempre com as crianças. Tenha claro quais são os objetivos e gostos delas. Lembre-se, na infância, o principal é que elas estejam felizes e tenham acima de tudo prazer na prática esportiva! Fique atento a alguns sinais como falta de sono, irritabilidade, perda de apetite, que podem indicar algum tipo de stress relacionado ao excesso de treino, as cobranças exageradas ou exageros nas competições.

    Uma última indicação que vale principalmente para os pais: Procure sempre levar seus filhos para atividade física em locais (Escolas, Clubes) que zelem pela segurança (quadras, aparelhos e etc) e que tenham professores formados, preparados para trabalharem com crianças e jovens.

    Até Breve!

    por Luis Fernando Paes de Barros

    Mestre em educação Física e pesquisador do Laboratório de Performance no Esporte na USP, integrou as seleções do Chile e Qatar e ministrou diversas clínicas e cursos de Futsal pelo mundo, inclusive para THE FA (Federação Inglesa de Futebol) em 2014 e 2015. Foi técnico da base de Futebol de campo no Santos FC de 2013 a 2015 e do Palmeiras até 2016, quando foi convidado pelo Agleymina Hamamatsu, clube de primeira divisão do Futsal Japonês, para coordenar o time profissional e de base.

    logo ies gd bcIES - International Evaluation System
    Av. Rio Branco, 257 - Cj 902 - Centro
    200040-009 | Rio de Janeiro - RJ 

    Últimos Artigos no Blog

    24
    Set2019

    Nova parceira do IES, My Soccer Academy realiza primeiro evento de avaliação de desempenho utilizando a ferramenta

    O IES segue ganhando clientes e marcando presença em eventos de avaliação de desempenho de jovens at...

    19
    Set2019

    IES fecha mais uma parceria nos Estados Unidos

    O IES segue expandindo seus negócios pelo mundo, com foco no mercado dos Estados Unidos. O novo parc...

    O Aplicativo IES

    bt google store

    bt apple store

     

    © 2017 IES. Todos os direitos reservados.

    Busca no site