Fique por dentro das notícias do IES

    Processo de evolução em longo prazo: 4 fatores importantes

    No período de crescimento e desenvolvimento os seres humanos passam por um longo processo de transformações, impactando assim de modo significativo a forma como eles interagem com o ambiente onde vivem.

    No caso do futebol, este processo exerce grande influência sobre a evolução dos jogadores na sua formação (tanto nos treinos como na forma de jogar o jogo), por isso é muito importante entender alguns conceitos básicos da relação entre o crescimento e desenvolvimento na infância e adolescência com evolução em longo prazo no jogo de futebol.

    Neste artigo então iremos abordar esta relação passando por quatro fatores importantes. Confira!

    1. Cognição
    De maneira geral, o desenvolvimento cognitivo permite que os indivíduos compreendam assuntos mais complexos com conceitos mais abstratos. No mundo do futebol isso se traduz no entendimento das instruções que os treinadores passam aos jogadores para explicar os treinamentos e as funções táticas.

    Ou seja, adequar o contexto dos treinamentos e estilo de jogo ao nível de desenvolvimento cognitivo das crianças se torna um aspecto indispensável para o sucesso do trabalho. Um fato interessante é que a vivência em determinado contexto afeta a velocidade do entendimento dos jogadores. Assim, crianças que vivem intensamente o futebol, com grande lastro de treinamento e que assistem jogos frequentemente, podem ter um amadurecimento cognitivo precoce no contexto do futebol, sendo capazes de praticar treinos mais complexos e estilos de jogo mais robustos. Essa evolução torna mais desafiador o trabalho dos treinadores, pois é comum ter crianças com diferentes níveis de entendimento dentro do mesmo time, e, com isso, acaba sendo necessário planejar as atividades de modo que sejam proveitosas para todos.

    2. Amadurecimento técnico

    O amadurecimento técnico permite que os indivíduos executem habilidades mais complexas e mais precisas. Basicamente o refinamento técnico é influenciado pelo tempo de treinamento.

    Crianças que passam mais tempo brincando com a bola (e atividades de corrida e mudança de direção) e têm maior tempo de treino apresentam tendência de ter melhor desempenho do que as outras. Um aspecto interessante é que, durante o processo de formação, existe uma fase em que é possível se observar um período de piora do desempenho técnico. Isto acontece na adolescência, no período de estirão (ganho rápido de altura). Neste período ocorre um rápido crescimento das partes do corpo junto com ganho de força, o que muda de forma significativa o padrão de coordenação entre membros e articulações. O corpo do adolescente demora um pouco para se acostumar com seu novo formato e, por isso, pode ocorrer esta queda de rendimento temporária até a adaptação.

    3. Desenvolvimento físico
    O desenvolvimento físico é o aspecto que mais influencia na evolução em longo prazo. Isto acontece por dois motivos: grande influência sobre o desempenho no jogo; grande influência sobre a resistência às cargas de treinamento. Antes de comentar estas duas influências é importante destacar um fator que afeta o desenvolvimento físico das crianças e adolescentes que é o estágio maturacional.

    A maturação é o período que ocorre grandes transformações físicas no corpo dos adolescentes. Neste período, ocorre um rápido ganho de altura e peso que vai fazer os atletas ficarem mais fortes, velozes e resistentes. O problema é que estas transformações ocorrem em tempos diferentes entre as crianças, no caso de meninos varia entre os 13 e 16 anos. Deste modo, ocorre um descolamento entre a idade cronológica (anos de vida) e a idade biológica (nível de desenvolvimento maturacional). Com isso é possível ter indivíduos de 13 anos com desenvolvimento biológico mais avançado do que os que têm 16 anos, algo extremamente desafiador para a formação de jogadores (já que as equipes são organizadas por faixa de idade).

    A diferença no tempo de maturação afeta diretamente o desempenho dos jogadores. No caso do desempenho no jogo, os jogadores mais maduros (maturadores precoces) vão levar vantagem sobre os outros, pois vão ter grande vantagem física. Além disso, vão também ser capazes de tolerar maiores cargas de treinamento, fazendo com que eles estejam mais treinados do que os outros. Como consequência, isso faz os indivíduos com maturação tardia serem “excluídos” do processo de formação por terem esta momentânea desvantagem. Assim, muitos possíveis futuros talentos são perdidos, mas é possível evitar isso: neste caso, torna-se necessário avaliar de maneira individualizada e detalhada o grau de maturação dos jogadores para julgar o seu desempenho geral.

    4. Amadurecimento psicológico
    O amadurecimento psicológico influencia a maneira que os jovens jogadores lidam com o seu processo de formação. Com o passar do tempo os atletas vão passando da experiência de “brincar de treinar” para “treinar de forma real”. Neste processo de mudança de percepção eles ganham mais autonomia e encaram mais responsabilidades. O grande desafio sobre este aspecto é adequar o empoderamento dos jovens ao seu amadurecimento psicológico para propiciar que eles vivenciem a prática da modalidade de uma forma mais prazerosa possível.


     

    logo ies gd bcIES - International Evaluation System
    Av. Rio Branco, 257 - Cj 902 - Centro
    200040-009 | Rio de Janeiro - RJ 

    Últimos Artigos no Blog

    09
    Mar2022

    Aprenda como organizar um treino em circuito. Segunda Parte

    Colocamos aqui alguns pontos que acreditamos importantes na hora de montar o circuito: 1 – Um profes...

    09
    Mar2022

    Aprenda como organizar um treino em circuito. Primeira Parte

    O treino em circuito foi desenvolvido para que o máximo de crianças ou atletas pudessem realizar dif...

    O Aplicativo IES

    bt google store

    bt apple store

     

    © 2017 IES. Todos os direitos reservados.

    Busca no site