A importância da individualização do treinamento no futebol de base

    O futebol, como a maioria das modalidades esportivas coletivas, decorre do confronto entre duas equipes. Dentro deste duelo o comportamento coletivo tende a ganhar grande destaque na elaboração do planejamento e no desenvolvimento dos treinamentos. Este tópico costuma ser chamado de “organização coletiva”.

    Para o desenvolvimento da organização coletiva costuma-se empregar regras gerais de posicionamento e movimentação específicas para cada situação de jogo, termo denominado de estratégia (como por exemplo, uma movimentação ensaiada de escanteio). No trabalho da estratégia é dada grande ênfase no correto posicionamento e sincronização dos jogadores, a ideia é fazer a equipe se comportar como um todo funcional com todos os membros compartilhando a mesma ideia de jogo na maioria das situações. E realmente esta abordagem coletiva traz um aspecto diferenciado sendo preponderante para o sucesso da equipe.

    Os treinamentos para melhora da estratégia são focados no aprimoramento da interação entre os jogadores dando grande ênfase em situações previamente construídas de movimentação. Este tipo de treinamento apresenta duas características marcantes: pouco dinamismo (os exercícios precisam ser interrompidos frequentemente para correção) e pouco estímulo à autonomia dos jogadores (vai ocorrer grande limitação na forma de agir, pois a solução já vai ser apresentada). Com isso, a abordagem centrada demasiadamente no desenvolvimento coletivo da equipe, apesar de trazer sensível melhora no desempenho geral, pode gerar insuficiente estímulo para o desenvolvimento individual dos atletas, possibilitando pouca repetição de habilidades e vivência de situações, além de limitação de sua autonomia. Isto pode ser muito danoso, principalmente se tratando no ambiente das categorias de base.

    No ambiente de formação, os jogadores estão passando por um longo processo de transformação do corpo simultaneamente ao desenvolvimento do aprimoramento da sua capacidade de jogar. Neste período os jogadores apresentam particularidades no seu processo de crescimento e desenvolvimento e na sua aprendizagem, com diferentes tempos de maturação e aprimoramento de desempenho. Isto torna muito comum ocorrer dentro de uma determinada equipe grande diferença no nível de habilidade e desenvolvimento físico dos jogadores.

    Esta realidade traz um grande desafio aos treinadores, pois em um período sensível de aprendizagem cada atleta pode necessitar de um estímulo específico a sua característica física e nível de habilidade. Deste modo é fortemente indicado que seja dada maior ênfase no desenvolvimento individual dos jogadores em detrimento do aprimoramento coletivo da equipe, mesmo que no curto prazo isto gere um atraso no desenvolvimento da equipe o que pode provocar um desempenho inferior nos jogos e competições (fato que faz muitos treinadores abdicarem do desenvolvimento dos jogadores para ganharem jogos e campeonatos).

    Um ponto chave na individualização do treinamento é conhecer o nível de desempenho dos jogadores com caracterização dos seus pontos fortes e fracos para promover treinos específicos às suas necessidades de desenvolvimento. Para isso é extremamente importante ter uma relação direta entre diagnóstico e intervenção. Em outras palavras, avaliação de desempenho e treinamento. E esta relação que vai ser discutida no nosso próximo artigo.

    Quem tiver interesse em conhecer um sistema inovador de avaliação entre no nosso site e saiba mais informações sobre o método de avaliação IES.

    Espero que tenham gostado e continuem nos acompanhando nos nossos próximos posts.

    Abraços.

    logo ies gd bcIES - International Evaluation System
    Av. Rio Branco, 257 - Cj 902 - Centro
    200040-009 | Rio de Janeiro - RJ 

    Últimos Artigos no Blog

    08
    Abr2021

    A relação entre a tática e o desempenho no futebol

    A tática é um termo relacionado com a inteligência de jogo no meio do futebol. Nas modalidades espor...

    08
    Mar2021

    Ciência do jogo reduzido: A influência da limitação do número de toques na bola sobre o desempenho nos jogos reduzidos

    No post de hoje vamos debater um artigo que investigou a influência da limitação do número de toques...

    O Aplicativo IES

    bt google store

    bt apple store

     

    © 2017 IES. Todos os direitos reservados.

    Busca no site