Pré-requisitos para avaliação do chute

    O chute é uma das habilidades mais importantes do futebol, pois está presente nos momentos decisivos dos jogos. Um bom chutador pode ser determinante para o sucesso da equipe visto que sua eficiência pode fazer seu time marcar gols com poucas chances criadas. Mas afinal, quais são os indicadores que caracterizam um bom chutador. Neste artigo vamos destacar quatro pontos: coordenação geral do gesto; precisão; intensidade e velocidade gestual.

    A coordenação geral do gesto é um aspecto essencial para avaliação do chutador. Ela é o pré-requisito básico para ter boa eficiência nos outros indicadores. Semelhante ao passe, a posição do pé de apoio, inclinação do tronco além da flexão da perna de apoio e de contato com a bola são os itens principais. A posição do pé de apoio vai propiciar o equilíbrio necessário para a transferência do peso para o impulso da bola, a inclinação do tronco vai permitir o correto contato da zona do pé com a bola e as flexões da perna de apoio e de contato com a bola vão otimizar a transferência do peso corpo para a bola além de facilitar o alinhamento da perna de contato com o tronco.

    A precisão mede a habilidade do chutador em direcionar a bola no local desejado. Semelhante ao passe a movimentação da bola vai dificultar este direcionamento. Assim, um chutador habilidoso deve conseguir bom direcionamento com a bola vindo em qualquer condição, inclusive nas ocasiões de bola no alto e quicando (situações de extrema dificuldade).

    Blog 05012022b
    A intensidade está relacionada com a força do chute. Do mesmo modo do passe ela vai ser modulada pela força dos membros inferiores do jogador como pela sua habilidade de transferir o peso do corpo para impulsionar a bola. Esta transferência é dependente da aceleração prévia ao movimento e do correto alinhamento da perna de chute com o tronco. É importante destacar que os bons chutadores conseguem aliar gestos precisos com grande intensidade exaltando a importância de se trabalhar estes dois quesitos.

    Já a velocidade gestual mede o quão rápido o jogador consegue executar o gesto. Esta habilidade é muito importante porque durante o jogo os momentos de finalização tendem a serem executados com grande pressão temporal e realizar o gesto de maneira rápida pode ser um trunfo decisivo para o sucesso da jogada. Também não podemos esquecer que é importante ter habilidade de executar o chute em situações não ideais já que essas situações são frequentes no decorrer dos jogos, além de ter bom desempenho com as duas pernas.

    Espero que tenham gostado do artigo.

    Para maiores informações entre no nosso site.
    Até a próxima.


     

    logo ies gd bcIES - International Evaluation System
    Av. Rio Branco, 257 - Cj 902 - Centro
    200040-009 | Rio de Janeiro - RJ 

    Últimos Artigos no Blog

    09
    Mar2022

    Aprenda como organizar um treino em circuito. Segunda Parte

    Colocamos aqui alguns pontos que acreditamos importantes na hora de montar o circuito: 1 – Um profes...

    09
    Mar2022

    Aprenda como organizar um treino em circuito. Primeira Parte

    O treino em circuito foi desenvolvido para que o máximo de crianças ou atletas pudessem realizar dif...

    O Aplicativo IES

    bt google store

    bt apple store

     

    © 2017 IES. Todos os direitos reservados.

    Busca no site